Estágio

O estágio do Bacharelado em Filosofia não é obrigatório.

 




Trabalhos de conclusão de curso (TCC)

 

Para materializar, no cotidiano do curso, os princípios assumidos neste Projeto Pedagógico, será privilegiada uma metodologia investigativa, isto é, que toma a pesquisa como instrumento de ensino. Como temos, dentre os objetivos na formação do profissional, a preparação para o prosseguimento de estudos no nível de pós-graduação, o exercício da pesquisa deve ser presente em todo o processo formativo. 
Desta maneira, é necessário organizar as atividades docentes voltadas para esta prática. O aluno não deve ter experiência de pesquisa apenas quando participa de um projeto formal de iniciação científica, ou quando, nos dois últimos períodos, dedica-se a produzir seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Em consonância com as Diretrizes Curriculares dos Cursos de Graduação em Filosofia, em todas as disciplinas, a atividade docente deve ser voltada para o contato com os temas clássicos ou inovadores da filosofia, culminando com a produção de textos pelos próprios alunos. Se a atividade está desde o seu surgimento, ligada à prática da escrita em filosofia, o estudante deverá, ao mesmo tempo, aprimorar o exercício da leitura e da escrita de textos filosóficos. 
Tomando-se como fundamento tal relação dialética entre a metodologia do ensino e aprendizagem, a redação do TCC não deverá apresentar dificuldades insuperáveis e sua produção poderá ser tomada, de fato, como a avaliação do desenvolvimento do aluno ao longo de todo o curso. 
Enfim, por meio do desenvolvimento do Trabalho de Conclusão de Curso o aluno tem mais uma forma, obrigatória, de integrar a atividade de pesquisa em sua formação de bacharel. 

Concepção do Trabalho de Conclusão de Curso

Espera-se que o graduando tenha condições de exercitar a prática da pesquisa filosófica em sua vida profissional, no prosseguimento dos estudos em nível de pós-graduação, ou mesmo em outras situações com as quais venha a se defrontar. O TCC deverá, ao mesmo tempo, favorecer ao discente a construção desta competência e fornecer elementos para a avaliação de tal desenvolvimento. 
O TCC será desenvolvido sob forma de um artigo acadêmico, cuja redação deverá ser precedida da elaboração de um projeto no qual os alunos escolhem um tema-problema filosófico. Este projeto tem como finalidade dar uma direção teórica clara ao desenvolvimento do artigo. 
Considerando que o artigo é um trabalho de tipo acadêmico, se exige que ele tenha algumas características técnicas e de conteúdo, que contemplem essa sua finalidade. Algumas destas características, mínimas, são as seguintes: a) Articular-se em torno de um problema filosófico tratado durante o curso; ou articular-se em torno de um autor da história da filosofia, recortando um determinado problema em sua obra como objeto privilegiado de estudo; b) Estar articulada a elementos de reflexão própria que demonstrem que o aluno desenvolveu ao longo do curso suas capacidades analíticas, críticas, relacionais, criativas etc. 
O TCC será construído individualmente, contando cada aluno com a orientação de docente credenciado no Curso de Bacharelado em Filosofia da UFABC. Cada docente não terá sob sua orientação mais que oito alunos de graduação. Este número deverá ser reduzido no caso dos docentes que respondam também pela orientação de alunos de pós-graduação. Exceções a esta regra devem ser autorizadas pela coordenação do curso. 
Os TCCs deverão ser apresentados ao público acadêmico e geral, preferencialmente sob forma de exposição oral e publicação de acesso livre. Este e outros aspectos relativos ao processo de construção do TCC, sua normatização e publicização serão regulamentados por meio de documento específico a ser emanado pela Coordenação do Curso, o qual seguirá os fundamentos gerais contidos neste Projeto Pedagógico. 

 

Regulamento do TCC

Formulário do TCC em PDF

Formulário do TCC em DOC

 

Atividades complementares

 

Além do cumprimento das disciplinas obrigatórias, das disciplinas de opção limitada e das disciplinas livres, o aluno do Bacharelado em Filosofia deverá realizar 120 horas de atividades complementares, tal como estabelecido no projeto pedagógico do BC&H. Tais atividades complementares serão constituídas e contabilizadas por meio da participação do estudante em atividades de formação social, humana e cultural, atividades de cunho comunitário e de interesse coletivo e atividades de iniciação científica, tecnológica e de formação profissional.

Regulamento das atividades complementares

Informações sobre as atividades complementares no BCH

Portaria 01/2015 - Normatização das atividades complementares